Ir ao topo

Relação comercial jamais será mais forte que relação emocional.

Hello!
Tudo bem?

No blog de hoje vou falar um pouquinho sobre a conexão emocional entre as marcas e seus
consumidores.

Essa conexão é algo que vai além da relação comercial, como por exemplo promoções,
benefícios do tipo “dura mais”, “rende mais” etc.

Existem marcas que não são mais baratas e nem mais econômicas, mas ainda sim são
SUPER requisitadas e consumidas, com diversos defensores, assim como a Harley
Davidson!

Sua marca precisa oferecer benefícios emocionais. Se trata do que a pessoa sente quando
usa, recebe seu produto ou quando adquire algum serviço.

O branding emocional é basicamente uma forma de usar essas sensações e emoções
como forma de aproximação com o cliente. Todos temos sonhos, desejos e ambições.
Buscar isso nas pessoas e passar uma primeira impressão é o trabalho do branding
emocional.

Existem lugares que trazem paz, alimentos que nos fazem resgatar algumas
lembranças, cheiros especiais e por aí vai. Identificar isso e trabalhar nessas conexões é
garantia de sucesso.

O cliente que chega por esse motivo, fica. O cliente que vem por preço vai por preço.

Todo mundo está cansado de ouvir isso, mas não faz o que tem que ser feito.

Por exemplo, um restaurante pode ter uma comida boa e barata, e ser super barulhento,
quem busca conforto e descanso na hora do almoço, vai uma vez neste lugar e não volta!
Nem tudo se trata apenas de dinheiro.

Ah, mas vai ter cliente do mesmo jeito! Claro que vai! Existe um público que lida bem com
barulho. Mas é aí que tá, qual público é o seu? Qual seu nicho?

Você quer oferecer um ambiente agradável, confortável, podendo cobrar mais pela
experiência, ou quer oferecer um PF barato, em um local que é propositalmente pensado
para que as pessoas comam e saiam, pra ter giro rápido?

Não existe certo ou errado, você só precisa saber o que realmente quer. Às vezes
queremos um público, mas estamos fazendo tudo pra receber outro.

O ponto é que o público que busca o conforto fideliza, o outro que busca preço por exemplo
se o restaurante da esquina diminuir 3,00 reais pode impactar em você.

Gostou?
Pesquise mais sobre, garanto que não vai se arrepender.

Pense como pode trabalhar isso na sua marca, no seu segmento.

Uma forma eficaz de trabalhar o branding emocional é por storytelling. Mas esse é assunto
para o próximo blog!

Colornews.

Se inscreva e receba nossos
conteúdos em primeira mão.

    error: Conteúdo protegido !!